domingo, 26 de junho de 2011

PostHeaderIcon Feira de São Cristovao

Meninas, tudo bem?


Nesta sexta feira, fui com meu amor e sua irmã Larissa a Feira Nordestina de São Cristovão aqui no Rio. Essa feira é super conhecida por ser só de tradição nordestina, com muitas barracas, comidas típicas e nessa época de São João a festa é garantida.


Eu nunca tinha ido, e adorei tudo que vi lá. Um lugar muito organizado, limpo, com restaurantes ótimos, várias lembraçinhas para se comprar, uma delicia. Pena que não fui pro almoço, so tomei um sorvetinho e tal, mas pretendo voltar para almoçar, só nao sei vou ter coragem de comer aquelas comidas pesadas né, mas eu vi que lá tem batata frita...hauahauahauahaua!!!


Olha um pouco da história da Feira...



Tudo começou em 1945, quando os caminhões pau-de-arara vindos de vários estados do Nordeste, chegavam ao Campo de São Cristóvão trazendo retirantes nordestinos para trabalhar na construção civil, onde já tinham vaga garantida.

O encontro dos recém-chegados com parentes e outros conterrâneos era animado com música e comida nordestinas, dando origem à Feira de São Cristóvão. Durante 58 anos, a tradicional Feira permaneceu no Campo de São Cristóvão, debaixo das árvores. Em 2003, as barracas foram transferidas para dentro do antigo Pavilhão, que foi reformado pela Prefeitura do Rio e transformado no Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas. Hoje, a Feira de São Cristóvão tem boa infra-estrutura de limpeza e segurança, com banheiros públicos e estacionamento.

São cerca de 700 barracas fixas, que oferecem as várias modalidades da cultura nordestina: culinária, artesanato, trios e bandas de forró, dança, cantores e poetas populares, repente e literatura de cordel.
As ruas internas receberam nomes dos noves estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe). Foram batizados com nomes de artistas, personalidades e cidades da região os palcos João do ValeJackson do Pandeiro e Pinto Monteiro e as praças Padre CíceroFrei DamiãoMestre VitalinoCâmara Cascudo e Catolé do Rocha.
Hoje, a Feira é um sucesso que atrai cerca de 250 mil visitantes por mês, em um ambiente de sociabilidade, integração e aproximação de pessoas de várias camadas sociais, que se encontram para compartilhar o mesmo gosto pela cultura nordestina.

De terça a quinta-feira, os restaurantes abrem para almoço. A partir de 10h de sexta-feira até 22h de domingo, todas as barracas funcionam, ininterruptamente, animadas por trios e bandas de forró e shows de repentistas e cordelistas.

Comidas: Baião de Dois; Pato no Tucupi; Acarajé II; Carne de Sol com Baião de Dois; Xinxim de Galinha II; Acaçá; Jabá com Jerimum, Acarajé; Bacalhau à Moda Baiana; Bobó de Camarão; Bucho à Moda Baiana; Casquinha de Siri I; Casquinha de Siri II; Ensopado de Camarão e Coco; Filés de Carne Seca à Moda Baiana; Quibebe; Moqueca de Lagosta; Moqueca de Peixe; Risoto de Coco; Risoto de Coco e Camarão; Risoto com Carne-de-Sol; Sarapatel; Carne de Sol com Macaxeira, Vatapá; Vatapá Maranhense; Xinxim de Galinha.

Agora as fotinhos...













                                          Minha cunhada Larissa e eu

                                  Essas mesinhas ficam expostas na porta
                                  dos restaurantes...

                                          Olha esse burrinho lindo. Amei.

                                  Olha isso: eu e meu amor...hauahauaha!

                                  Nós e o anfitrião, Luiz Gonzaga!


                                                             Entrada




                                  Rapadura, bolo de aipim e bolo de
                                  pumba de mandioca. 

                                  Biscoito 7 capas. Delicioso. Amei!

Então amigas, queria dividir isso com vocês, caso algum dia vocês vierem ao Rio, visite a Feira, é uma delicia e pra gente que ama comida, vai ser um prato cheio realmente.

Para maiores informações: Feira de São Cristovão

11 comentários:

Ellen - Cupcakes Fun disse...

Deve ser um passeio realmente muito legal Andreia!! :D
Valeu a dica :D

Beijinhos

Gabriel Fiorini disse...

Nossa, tenho muita vontade de ir nessas feiras e em mercados, para fazer uma reportagem gastronômica assim, ia ser muito legal.

Gostei do blog, parabéns!!!

Andréa disse...

DELICIA DE PASSEIO AMIGA, MEU ESPOSO É DOIDO PRA NESSA FEIRA, QUEM SABE UM DIA, RSRS.
AQUI EM BH TEM A FEIRA HIPPIE É BOA D+, TBM.

TENHA UMA LINDA SEMANA!
BJS.......

"Manjares da Manu" disse...

Este lugar é muito legal!!!
Eu comecei a nomorar o meu marido lá!!!

Bjs...Boa semana!!!

Amehlia Digital ® disse...

Déia,
Biscoito 7 folhas eu adoro! Comi na Bahia...e esse bolo pumba, q diferente...não conheço...
Tb não conhecia a feira, brigadinha por compartilhar as fotos e a história.
Um bejim e tenha uma linda semana!

Ivani disse...

Que passeio gostoso!
Nunca ouvi falar desse biscoito 7 capas!
Hummmm, parece ser muito bom!!!
Ótima semana amiga.
beijos

Talita disse...

Que bacana! Um monte de coisa que nunca tinha ouvido falar. Não sou muito fã da comida nordestina, mas seria o máximo provar algumas novidades. =)

Beijos

Fla disse...

Menina mas quanta coisa boa.
E o que será que é este biscoito 7 folhas... rs... parece bom!
Adoro festas assim.
Bjs

Regina Fernandes disse...

Andreia minha menina linda, que passeio bom,em?
Quanta guloseima!!!
Essa feira é muito diversificada e divertida também.
Tem sorteio lá no blog,viu?
Bjinho

Marly disse...

Oi, Andréia,

Eu adoro uma feira! rsrs. As do tipo popular são as de que mais gosto, por várias razões, rsrs. Então, este é um passeio que eu curtiria muito! Bom programa, gostei de saber mais sobre esta feira!

Beijoca!

Silmara Freitas disse...

Que feira bacana!
Abraços.

Silmara
www.casaefogao.blogspot.com

Postar um comentário